Translate

sábado, 16 de julho de 2011

Clonagem Humana



A clonagem humana voltou a ser discutida esta semana com a notícia de que foi clonado o primeiro embrião humano. A Câmara dos Lordes, na Inglaterra, se apressa em legislar sobre o assunto; o Presidente Bush, nos Estados Unidos, pede ao Senado que apresse os estudos sobre a lei anti-clonagem que proibe tal prática; O Jornal The Washington Post (28 Nov.), em reportagem de Janelle Carter, noticiou o quanto os senadores estão divididos quanto a este tema. No Brasil, o Presidente FHC também se pronunciou como sendo de opinião contrária. E nós, como cristãos, qual deve ser nosso posicionamento?


Antes de assumirmos qualquer posição, precisamos estar informados sobre os argumentos favoráveis e contrários. Esta informação é para possibilitar um diálogo com nossos interlocutores, que aguardam um pronunciamento da Igreja de Cristo. Entretanto, a nossa posição final deve estar firmemente alicerçada nas Escrituras Sagradas, nossa única regra de fé e prática.

Alguns pressupostos devem nortear esta reflexão:
1) Deus é o Criador da vida e do gênero humano. A multiplicação da espécie deve se dar de forma natural, e a cura para as doenças deve ser conseguida sem prejuízo de outra vida humana. O que pode vir a ocorrer no caso de clonagens mal-sucedidas? E ainda, aqueles que derem certo, que tipo de vida terão? Serão uma espécie de Trumman ( do filme Show de Trumman, que tinha sua vida monitorada em um programa de TV 24h.)? Como ficarão as necessidades biopsicossociais?
2) O embrião humano é criação de Deus à sua imagem e semelhança. Dispor dele como de um objeto é uma afronta ao Criador, com terríveis implicações éticas e sociais, e uma afronta ao ser humano, que passa a ser tratado como objeto.
3) Do ponto de vista científico, sabe-se que cada célula humana traz consigo um código génetico, e todo o histórico dos seus ancestrais. A manipulação destas informações, apesar do mapeamento do genoma humano, ainda está engatinhando. Existem grandes probabilidades: do clone adquirir uma herança indesejável e até perigosa; de envelhecimento precoce, como o que ocorreu com Dolly ( a ovelha clonada); isso sem mencionar a quantidade de ovelhas mortas e defeituosas até que a Dolly ficasse “pronta”.

A discussão sobre este assunto está apenas começando... Este breve artigo objetiva tão somente ser um alerta para que consideremos as várias opiniões a que seremos expostos, sem perdermos de vista a Soberania Absoluta de Deus, e o papel que Ele nos reservou na história como administradores e guardiães da vida e da criação. Que façamos uso da inteligência que Ele nos deu, para assumirmos plenamente a nossa humanidade, e não para “brincarmos de Deus” e por em risco a vida humana na sua gênese, que é o embrião.

Que Deus nos dê sabedoria e discernimento para sermos fiéis à sua Palavra. Amém!

(Texto publicado inicialmente no Boletim Dominical da Igreja Batista Imperial 
em  02 de Dezembro de 2001)
Postar um comentário