Translate

sábado, 26 de dezembro de 2009

O Natal não acabou!

Comemoramos o Natal na PIB em Mirueira e tivemos um belo culto natalino, quando celebramos juntos o nascimento de Jesus Cristo com a apresentação da cantata Vem, Emanuel,n após o culto tivemos uma bonita e deliciosa Ceia de Natal. Uma excelente oportunidade de louvor e adoração a Deus, associada a manifestações de fraternidade e comunhão entre os presentes.

25 de dezembro passou, mas o Natal, não. Pessoas dizem: “o Natal passou”, ou “o Natal acabou”. Mas será que o Natal acabou ou passou?

Definitivamente, o Natal não acabou! O Natal não passou! Para os cristãos sempre é Natal, porque o Natal é a lembrança que Jesus Cristo veio ao mundo, o Emanuel, Deus conosco. Em todos os momentos da vida temos Jesus Cristo ao nosso lado – nós nunca estamos sozinhos!

Para os cristãos sempre é Natal, porque ele é a tentativa de expressar algo de bom no ser humano – amor, paz, solidariedade, fraternidade. O cristão precisa agir conscientemente para que seus atos e ações expressem diariamente o amor de Deus em Jesus Cristo. O amor deve alcançar a todos indistintamente, uma vez que Deus não faz distinção.

Para os cristãos sempre é Natal, porque o Natal não é apenas um feriado. O Natal é um estilo de vida que tem Jesus Cristo como centro e bússola a nortear todas as decisões a serem tomadas. Assim, o sentimento de amor que envolve este período – o do Natal – deve nos inspirar durante todo o ano.

Para os cristãos sempre é Natal! Devemos olhar para 2009, e identificar o quanto vivemos de fato na presença de Jesus Cristo e obedecemos aos Seus ensinos. Por outro lado, precisamos admitir onde falhamos, para não repetirmos os mesmos erros.

Para os cristãos sempre é Natal! Precisamos olhar para frente, para 2010, para planejar, e viver, um ano em que a presença de Deus, e de Cristo, sejam uma marca profunda em nossas vidas e em tudo o que fizermos. O próximo ano precisa ser marcado pela fraternidade tão falada e cantada nestes dias.

Nós precisamos que 2010 seja melhor que 2009, o que só será possível se cada um de nós vivermos os ideais e sentimentos que o Natal desperta durante todos os dias do novo ano. Individualmente, em nossas famílias, em nossa Igreja, em nossas escolas, em nossos ambientes de trabalho, assumamos um compromisso com Deus de vivermos o Natal durante todo o próximo ano.

Feliz Natal! Feliz Ano Novo!

domingo, 29 de novembro de 2009

O Natal e os Natais

Alfrêdo Oliveira Silva

Estamos às vésperas do período em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo, e com ele várias expressões comemorativas cristãs tomam forma. O Natal traz consigo um clima que contagia pessoas e comunidades, nos ambientes autodenominados cristãos. Mas, existe o Natal, e os “natais” – expressões que tentam traduzir o espírito da época.

1.O Natal estético – é quando vemos a beleza do Natal, expressa através do belo, da decoração das casas, igrejas, cidade. Esteticamente o Natal deve apontar somente para Jesus Cristo, e para a beleza do sumo bem.

2.O Natal artístico – é manifesto através do uso das artes. Neste período vemos belíssimas cantatas, dramatizações, poesias, painéis. As manifestações artísticas natalinas não devem buscar o aplauso do público para o palco, mas a adoração a Deus no altar.

3.O Natal litúrgico – é a ocasião em que as igrejas celebram cultos especiais, e até alguns membros anuais, ou festivos, aparecem... o Natal cristão deve ser celebrado todos os dias na liturgia da vida em Cristo, por Cristo e para Cristo.

4.O Natal capitalista – é vivenciado na prática do consumismo, onde é incentivada a busca por presentes caros, e a ocasião é usada muitas vezes para expressar o poder aquisitivo de quem presenteia. Outro perigo é tentar compensar com presentes a ausência do dia-a-dia. A questão não é o comprar, mas as motivações para fazê-lo.

5.O Natal solidário – é celebrado por aqueles e aquelas que percebem que a síntese do Natal é a expressão do amor de Deus pela criação, que deve contagiar os seres humanos em suas vivências diárias, a ponto de adorarmos ao Senhor, e agirmos solidariamente uns para com os outros. Natal é tempo de lembrar que o maior presente – Jesus Cristo – foi dado por Deus aos humanos, e que antes de dar presentes, devemos nos doar em amor a Deus e ao próximo.

Pensar em o Natal e os “natais” é avaliar os vários “natais” que promovemos e nos envolvemos e avaliarmos o quanto eles apontam para Jesus Cristo, e contribuem para a maior glória de Deus.

Pensar em o Natal e os “natais” é redescobrir o espírito do Natal, como uma celebração missionária, fraterna e solidária. Missionária, porque o nascimento de Jesus Cristo implica no cumprimento de uma missão, e que nos impulsiona a cumprir a nossa, Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós (João 20.21); Fraterna porque à medida que temos Deus como Pai, e fomos feitos à Sua imagem, segundo a Sua semelhança, devemos refletir sobre o esvaziamento de Deus ao assumir humildemente a nossa humanidade em Jesus Cristo, para que uma vez mais fossemos irmãos e irmãs feitos iguais; Solidária, percebendo e combatendo as diferenças discriminatórias que são pecaminosas à medida que marginalizam seres humanos, e ofendem a Deus, e recuperando a prática de Cristo de ser solidário com os que sofrem.

Pensar em o Natal, e os “natais”, é resgatar o Espírito fraterno de Deus em Cristo, enviado à humanidade.

Publicado originalmente nO Jornal Batista Pernambucano, Novembro e Dezembro, que pode ser acessado on-line em http://www.batistas-pe.org.br/arquivos/?id_categoria=6

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Misericórdias Renovadas

As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim;Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.
(Lamentações 3.22,23)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Notícia Triste

Caríssimos,


Hoje tivemos um dia muito difícil, e quero compartilhar com vocês em linhas gerais.


Pela manhã minha esposa fez uma ultrassonografia e tivemos o diagnóstico de um abortamento retido, foi muito doloroso para nós. O diálogo mais difícil para mim foi compartilhar com nossa filha de cinco anos e meio.


À tarde, a médica da minha esposa viu o exame, e recomendou repouso por uma semana, ao final da qual será feito um novo exame para confirmar a situação.


Estou há cerca de dois dias sem ler e-mails, o que poderá se estender um pouco mais.


Fraterno abraço,


Alfrêdo

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

अजुदे अ Orquestra

Caríssimos irmãos e irmãs,

Minha esposa - Lídia - trabalha na Orquestra Criança Cidadã dos Meninos do Coque, que está concorrendo entre os melhores de Pernambuco, na categoria destaque.

ACINPE
ASSOCIAÇÃO DE CANTORES E INTERPRETES DE PERNAMBUCO

VOTAÇÃO
OS MELHORES DA MÚSICA PERNAMBUCANA DIA: 10 DE DEZEMBRO
HORA: 20:00
LOCAL: TEATRO BARRETO JUNIOR (POLO PINA)

CATEGORIA: DESTAQUE

SITE:www.acinpe-pe.blogspot.com


Dêem uma força! As crianças merecem, pois estudam diariamenmte e se dedicam para aprender música de qualidade.

Se quizerem conhecer melhor a Orquestra Criança Cidadã, acessem também o youtube, e vejam os vários vídeos que tem por lá!


http://www.youtube.com/watch?v=iSs9Fm9DZAc


Grande abraço,

Alfrêdo

sábado, 24 de outubro de 2009

Notícia da tarde

Blogueiros e Blogueiras de plantão, a notícia da tarde é que serei Papai pela segunda vez...

Estamos muito felizes ;)

Gostei do video abaixo...

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Nota conjunta da CBB e da OPBB

Fraterno abraço,
Alfrêdo
Nota conjunta da CBB e da OPBB


Escrito por Administrator
Qui, 15 de Outubro de 2009 14:34

Em reunião realizada no dia 15 de outubro a Convenção Batista Brasileira e a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil vêm comunicar ao povo batista:

I. Reafirmamos à luz da Declaração Doutrinária da CBB que a convocação de concílios de exame e consagração ao ministério pastoral são prerrogativas e competência inalienáveis e exclusivas da igreja local;

II. o Estatuto da OPBB foi homologado pela CBB e não está sob qualquer questionamento;

III. o Regimento Interno da OPBB está em vigor pleno e em processo de aperfeiçoamento pela própria Ordem;

IV. denunciamos que lamentavelmente vêm acontecendo concílios que fogem à praxe batista e aos procedimentos mais recomendáveis à luz das Escrituras Sagradas;

V. a diretoria da CBB ofereceu várias sugestões quanto à redação dos documentos constitutivos da OPBB, que serão apreciados pela Ordem;

VI. a CBB apreciará e decidirá sobre os critérios de realização de concílios de exame, contidos no Regimento Interno da OPBB, para que tenham também valor de recomendação para as igrejas;

VII. a CBB e a OPBB reafirmam que continuam percorrendo o mesmo caminho de convivência e cooperação no serviço do Reino.

Rio de Janeiro, Dia Batista do Brasil de 2009.

Pr. Dr. Josué Mello Salgado Pr. Orivaldo Pimentel Lopes
Presidente da CBB Presidente da OPBB

Autorizamos a reprodução deste conteúdo única e exclusivamente se a fonte for citada como Convenção Batista Brasileira e com a inclusão do link para www.batistas.com (na internet).

Última atualização ( Qui, 15 de Outubro de 2009 14:40 )

sábado, 19 de setembro de 2009

PIB em Mirueira comemora 40 anos

CONVITE

Você e sua família são convidados para estarem conosco no

40° Aniversário da

Primeira Igreja Batista em Mirueira.




Cultos de Celebração:



23 de setembro, às. 19h30 ( Ir. Sérgio Patrício)

24 de setembro, às 19h30 (Pr. André Souza Farias)

25 de setembro, às 19h30 (Pr. Nancildo Gama Lima)

27 de setembro, às 9h (Pr. José Olimpio Farias Santos)

27 de setembro, às 18h, Ceia do Senhor ( Pr. Alfrêdo Oliveira)



Ficaremos felizes com sua presença!









Primeira Igreja Batista em Mirueira

Av. João Paulo II, 1020 – Mirueira – Paulista – PE

Fone: (81)3437 4539

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

No próximo domingo, O Pr. Kelton Vila Nova (Arinos/Paracatu-MG), nosso Missionário através da Junta de Missões Nacionais, estará na PIB em Mirueira no culto das 18h.

A PIB em Mirueira está situada à Avenida João Paulo II, 1020, Mirueira, Paulista-PE.

http://maps.google.com/maps?gl=BR&q=Av.+Jo%C3%A3o+Paulo+II%2C+1020%2C+Mirueira%2C+Paulista-PE&z=15&oi=OrkutSocialEvents

Venha e traga convidados!

Grande abraço,

Alfrêdo

terça-feira, 8 de setembro de 2009

7 de Setembro, Dia da Pátria

Esta semana foi comemorada a data nacional brasilei-ra, e aconteceram manifestações distintas, que refle-tem diferentes percepções de cidadania.

Desfile cívico-militar – clássica parada com a presença dos militares, escolas e outras organizações, com ênfase na homenagem aos heróis da história, e à exibição de equipamentos militares.
“O grito dos excluídos” – manifestação envolvendo movimentos sociais, ONG´s e igrejas, enfatizando o protesto contra os males da sociedade.
Cultos de Oração Pela Pátria – promovidos por igrejas e denominações cristãs. A PIB em Mirueira realizou um bonito culto, quando refletimos sobre os problemas sociais do Brasil e oramos por eles, e também pelos desafios da evangelização em nossa pátria. Estudamos naquela noite o Salmo 33.12.

Onde você esteve no dia 7 de setembro? A que con-vocações atendeu? Quanto tempo dedicou para orar e agir em prol da pátria e de sua salvação?

Como brasileiros, cristãos e batistas, precisamos viver a nossa cidadania plenamente, sem recortes, honrando o passado, e encarando os problemas do presente para dar a nossa contribuição a partir de uma vida com-prometida com Cristo e com Sua Igreja. Somente assim construiremos um futuro mais justo e digno para o nosso povo.

Soli Deo Gloriæ!

domingo, 6 de setembro de 2009


O Pastor Jilton Moraes estará na Expo Cristã de 10 a 12 Set. 2009 em São Paulo-SP

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Olhando a educação teológica batista por dentro

O texto abaixo foi produzido inicialmente dentro do Grande Fórum Batista, e publicado a seguir do site do Projeto Amor: http://www.projetoamor.com/news.php?readmore=3678


O tratamente dado à Educação Teológica determinará o futuro da CBB e dos seus projetos.

Penso que a Educação Teológica deve ser pensada levando em conta todos os Seminários Batistas existentes, com suas peculiaridades, dando fim a uma prática autofágica de décadas. Não podemos continuar convivendo com rivalidades fraternas entre as casas de ensino de nossa denominação, ou mesmo ignorando a existência de algumas delas.

Deveríamos repensar todo o nosso Sistema de Educação Teológico-Ministerial-Missionário-Social-... e o que mais couber. Considerando alguns pontos:

1) Somos uma denominação cuja estrutura, por princípio, deve se basear na fraternidade e na Cooperação, o que deveria ser refletir também na Educação. Os Seminários deveriam ser os grandes colaboradores da unidade denominacional e da execução dos projetos, destaque-se os projetos missionários, educacionais, sociais, e outros. Precisamos de sintonia e sincronia nos esforços;

2) Defendemos historicamente alguns princípios e doutrinas que nos identificam ao longo dos séculos, e esses elementos deveriam ser pontos comuns nas matrizes curriculares dos vários Seminários Batistas, isso providenciaria o mínimo de consenso doutrinário;

3) Estamos espalhados em um país de dimensões continentais e ambiente multicultural, e tradições centenárias. Cada Seminário, sobretudo os mais antigos, têm seus distintivos, e esses distintivos devem contribuir para o nosso avanço como povo;

4) Temos três grandes Seminários ligados à CBB, e centenas ligados ás Convenções estaduais/regionais, e ainda não aprendemos a lidar com isso. Talvez esteja na hora de estudar a viabilidade de transformar os três Seminários ligados à CBB (e talvez alguns dos estaduais/regionais), em centros de excelência teológica, aproveitando a experiência e agregando a pesquisa e o estudo das mais novas tendências não apenas teológicas, mas eclesiológicas, missiológicas, litúrgicas. Desta forma voltaríamos à vanguarda, e prestaríamos um serviço ao Reino de Deus e a denominação. Se teremos uma Junta/Conselho/Comitê/Universidade/Sistema EaD é uma decisão que deve ser estudada por quem de direito.

Vou parar por aqui... talvez já tenha escrito demais.

Sim, sou Pastor Batista e Professor de Seminário desde 1996, e a Educação Teológica é um tema que me atrai, e o que falo está contaminado por esta condição.

Fraterno abraço,

Alfrêdo Oliveira

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Morte... O que a Bíblia diz?

Nos últimos dias, por causa do falecimento de Michel Jackson, a morte tem sido assunto em muitos ambientes. Ela é a única certeza que todo ser vivo tem, e ainda assim é um assunto evitado pelas pessoas, que não gostam de considerar a perda de um ente querido, ou enfrentar o fim da sua existência corporal no mundo. Por isso, nem todos se preparam adequadamente para este momento.

Sobre a morte, a Bíblia diz: E, como aos homens está ordenado morrerem uma vez, vindo depois disso o juízo, Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação. (Hebreus 9.27, 28).

Em Romanos 5.12, lemos: Portanto, como por um homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens por isso que todos pecaram. Em Romanos 6.23 lemos: Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.

Morrer uma vez faz parte da existência humana, e após essa morte cada pessoa é julgada. Entretanto, aqueles e aquelas que reconhecem Jesus Cristo como Senhor, não têm razão para temer a morte, porque Ele a venceu por nós (1 Co 15.55-57).

Nos entristecemos, sentimos a dor da separação, passamos pelo processo do luto em todas as suas dolorosas fases, mas descansamos em Cristo, e cremos que o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor.
A pessoa enlutada precisa de acolhimento, paciência e atenção. Jargões do tipo "Com o tempo passa...", "Pense em tudo o que você ainda tem e agradeça a Deus", "Fique contente porque ele não sofreu" devem ser evitados. Ouvir e respeitar o silêncio é uma boa prática.

Cada pessoa deve passar pelo processo do luto vivendo cada fase, não é saudável queimar etapas.

Como cristãos, e cristãs, somos chamados a consolar os que choram, e a chorar com eles. Em Romanos 12.15 lemos: Alegrai-vos com os que se alegram; e chorai com os que choram.

Soli Deo Gloriæ!

Pr. Alfrêdo Oliveira

quarta-feira, 10 de junho de 2009

O que a Igreja tem a dizer sobre sexo?



Para muitos o assunto sexo ainda é tabu, por isso estou ajudando a divulgar um Fórum que tratará do tema:

o que a igreja tem a dizer sobre sexo?

Se você estiver em Recife incentivo-o a participar.

Inscrições pelo link: http://arcabr.com/eventos/inscricao/inscricao.php

No domingo pela manhã, às 9h., teremos na Primeira Igreja Batista em Mirueira (Av. João Paulo II, nº 1020, Mirueira, Paulista-PE) a presença de um - ou mais - preletores do SEX DAY.

Venha e traga visitantes para saber o que a Igreja tem a dizer sobre sexo.

Grande abraço,

Fraterno abraço,

Alfrêdo
http://alfredooliveiras.blogspot.com/

terça-feira, 19 de maio de 2009

UMA VIDA RENOVADA COMEÇA NA FAMÍLIA!

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. (2 Coríntios 5.17)

O nosso tema anual é bastante sugestivo: Uma Vida Renovada. Ele aponta para um novo momento que começamos a viver, e que se realizará completamente à medida que cada família experimente viver em novidade diante do SENHOR.

Para que cada família desfrute de uma vida renovada, faz-se necessário que os cristãos, e cristãs, assumam uma vida de testemunho a partir do lar. Ser cristão é uma modalidade a ser vivida vinte e quatro horas por dia, e não somente nos momentos de adoração.

A família é um projeto de Deus para o ser humano, e ele mesmo estabeleceu nas Sagradas Escrituras, como espera que cada membro se comporte. Durante este mês estamos enfocando a cada domingo temas pertinentes à família:

1º Dom. Unidade – Essencial para a família e a Igreja;
2º Dom. Mãe em Israel – Precisamos honrar as mães;
3º Dom. José – um exemplo para a Juventude;
4º Dom. Filhos Herança do Senhor;
5º Dom. Relacionamentos.

Uma Vida Renovada Começa na Família! Sob a inspiração desta verdade, somos desafiados a, diante do SENHOR, firmar um compromisso de viver em novidade de vida a começar dos nossos lares.

Soli Deo Gloriæ! (Somente para a glória de Deus!).

Pastor Alfrêdo Oliveira

(Publicado no boletim da PIB Mirueira em 17 Mai. 2009)

domingo, 10 de maio de 2009

HOJE é o Dia das Mães?!

Hoje se comemora o Dia das Mães. Neste dia, as mães são lembradas com muito carinho. E os filhos e as filhas as homenageiam de várias formas: presentes são entregues; cartões escritos; palavras e gestos de afeto e carinho; telefonemas, telegramas, cartas e e-mail’s para as que estão distante; e tantas outras formas de reconhecimento...

As homenagens prestadas hoje são um tributo justo e legítimo àquelas que tudo deram, e dão, pelos filhos e filhas, muitas vezes criados com muito sacrifício.


Entretanto, o Dia das Mães não é só hoje...
Dia das Mães é aquele dia quando ela está preocupada com a frágil saúde da criança enferma.
Dia das Mães é aquele dia quando ela ouve feliz o primeiro: “mamã”.
Dia das Mães é aquele dia quando ela deixa de comprar a carne do almoço para que não falte o leite da criança.
Dia das Mães é aquele dia quando ela carinhosamente prepara o bolo do primeiro aniversário do bebê.
Dia das Mães é aquele dia quando ela leva a criança para o primeiro dia de aula.
Dia das Mães é aquele dia quando ela abre mão de algo que ela própria precisaria, para dar algo que o filho, ou a filha, necessitam.
Dia das Mães é aquele dia quando horas de sono são sacrificadas à espera do filho que ainda vai chegar.
Dia das Mães é aquele dia...

Dia das Mães é todo dia, e não somente no 2º domingo de maio!


O nosso desafio é reconhecer o valor das nossas mães todos os dias, e não apenas sob a influência do calendário comercial da sociedade.


Que filhos e filhas se lembrem diariamente dessas heroínas que lutam todos os dias a batalha da vida e da sobrevivência, e, ao nos lembrarmos delas, externemos o nosso amor, carinho, afeto e respeito pelas mães.


Que Deus, em sua infinita bondade e misericórdia, cubra de bênçãos as mães, e nos faça filhos e filhas que reconhecem o valor inestimável dessas mulheres através das quais Deus no concedeu o dom da vida, e a oportunidade de desenvolvê-lo.


Ad majorem Dei gloriam! (Para a maior glória de Deus)

sábado, 18 de abril de 2009

Derick Stone no Brasil



Pastor Deryck Stone, sul-africano, se converteu quando tinha 14 anos. Aos 16, tornou-se pregador regular do circuito de Igrejas Metodistas da Zululândia (região de maioria étnica zulu na província sul-africana de KwaZulu-Natal).

É casado com Annette e tem quatro filhos. Em 1970, Deryck conheceu o Irmão André e o ajudou a estruturar o ministério da Portas Abertas Internacional. Seu envolvimento com a Igreja Perseguida resultou em um projeto de treinamento e geração de recursos para jovens de todo o Oriente Médio e também, no estabelecimento de igrejas no norte da África.

Nos últimos 15 anos, ele tem atuado como presidente do conselho da Portas Abertas África do Sul.

28/04/2009

Evento de jovens - underground
Igreja Presbiteriana do Recife
Rua Dr. José Mariano, 186
Boa Vista
Recife – PE
Fone: (0--81) 3222-6493
Horário: 20h

29/04/2009

Igreja Batista da Capunga
Rua João Fernandes Vieira, 769
Parque Amorim
Recife - PE
Fone: (0--81) 3092-6578
Horário: 19h30

Fraterno abraço,
Alfrêdo

quinta-feira, 9 de abril de 2009

Cristo Vive! Aleluia!

Da sepultura saiu. Com triunfo e glória ressurgiu.
Ressurgiu vencendo a morte e seu poder;
pode agora a todos vida conceder.
Ressurgiu! Ressurgiu! Aleluia! Ressurgiu!
(estribilho do hino 140 HCC “Da Sepultura Saiu”)


Cristo Vive! Aleluia! Sob a inspiração desta declaração, cerca de três bilhões de pessoas no mundo se declaram cristãs. Mas o que ela significa? Quais as implicações?

Neste domingo da ressurreição, somos convidados a refletir um pouco sobre a significação desta afirmação para nossas vidas.

Cristo Vive! Significa que Jesus Cristo, morto e crucificado na sexta-feira da paixão, foi ressuscitado por Deus, e está assentado à Sua direita intercedendo por nós (Rm. 8.34).

Ao tirar Cristo da sepultura, Deus nos comunicou o Seu eterno e imutável propósito de nos salvar, bem como o Seu desejo que vivamos uma vida nova (Rm. 6.4). Precisamos viver em novidade e não em sepulturas, que podem ter várias formas. Nossa Igreja está iniciando uma nova etapa de sua história Cristo Vive!

Aleluia! É um convite para louvarmos ao Senhor. O verdadeiro louvor só é proferido de fora das sepulturas. Somente alguém salvo por Deus e por Ele vivificado (Ef. 2.1) louva a Deus verdadeiramente.

Que neste domingo da ressurreição, vivamos de forma plena a vida para a qual Deus em Cristo nos chamou.

Ad majorem Dei gloriam! (Para a maior glória de Deus)

Pastor Alfrêdo Oliveira

terça-feira, 31 de março de 2009

Zaqueu Moreira de Oliveira - 50 Anos de Ministério

Há 50 anos atrás, no dia 03 de janeiro de 1959, no templo da PIB Fortaleza o jovem Zaqueu Moreira de Oliveira recebia a imposição de mãos para o Santo Ministério da Palavra de Deus, tornando-se Pastor da Igreja Batista de Porangabuçu. De lá para decorreram 50 anos.

Na Educação Teológica iniciou sua atuação em 1961 como Diretor da Biblioteca do STBNB e Professor de Hebraico. Em 1967 foi aos Estados Unidos onde em tempo recorde, quatro anos, concluiu brilhantemente seu Mestrado e Doutorado em Teologia. De volta ao Recife reassume a Docência e a Direção do Curso de Teologia do STBNB.

Em 1975 muda-se para Belém do Pará, onde lecionou na UFPA, e no Seminário Equatorial onde serviu como deão acadêmico, vice-reitor e reitor interino. Além de participar intensamente da vida denominacional através das juntas da CBB e estadual, sendo Presidente da Convenção Batista do Pará.

Em setembro de 1992 volta ao Recife, onde pela terceira vez pastoreia a IB Afogados. Entre abril de 1994 e dezembro de 2002, serve como reitor do STBNB, período em que mantém as finanças equilibradas, apesar do corte das verbas da Missão. Em seu reitorado foi criada uma editora e a revista Reflexão e Fé.

De 1997 a 2008 são produzidos 12 dos 15 livros de sua autoria, destaque-se os comemorativos dos centenários das Juntas Missionárias da CBB (JMN e JMM), foram 1034 páginas de pesquisa, história e amor a missões no Brasil e no exterior. As viagens ao campo tocantino e do São Francisco no Brasil, e a 13 países das Américas e da Europa fizeram os corações do Pr. Zaqueu e da Dra. Edelweiss Falcão de Oliveira, sua esposa, arderem ainda mais por missões.

Foi em celebração a estes 50 anos dedicados ao Reino de Deus, e à denominação batista que em 15 de março de 2009, às 19h., foi celebrado um grande culto de gratidão a Deus no Santuário da Igreja Batista em Afogados.

A mensagem foi trazida pelo filho mais velho do Pastor Zaqueu, o Pr. Greiton Falcão de Oliveira, do Ministério Árvore da Oliveira, tendo por base Lucas 19.1-10, e o tema Vitória e Conquista.

Na ocasião estiveram presentes familiares, amigos, ovelhas e alunos que assistiram a três horas de culto ao Senhor. Pela CBB falou a Prof. Iracy Leite, 1ª Secretária, entregando medalhas comemorativas ao casal em nome da JMN, em reconhecimento ao ministério do Pr. Zaqueu, e a atuação da Dra. Edelweiss como Presidente daquela Junta; A Prof. Dayse Correia, falou em nome da UFMBPE e trouxe recordações preciosas da época do então Seminarista Zaqueu; o Pastor Eliezer Moreira da Silva e sua esposa homenagearam o casal em nome da Igreja de Afogados; o irmão do Pr. Zaqueu, Zorando Moreira de Oliveira o presenteou com uma Bíblia em nome de toda a família; o Pr. Alfrêdo Oliveira representou o STBNB, onde o Pastor Zaqueu serve há trinta anos.

Ao final do culto, após as homenagens, lembrando de uma época em que os pastores precisavam aprender e fazer quase tudo, o Pr. Zaqueu regeu a congregação durante o cântico do Hino 99CC Ressurreição, sendo aplaudido ao final. Atualmente o Pr. Zaqueu é membro da Igreja Batista Gênesis em Candeias, Jaboatão dos Guararapes-PE, e Professor do STBNB.

segunda-feira, 23 de março de 2009

Posse na PIB em Mirueira - Convite

PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM MIRUEIRA
Av. João Paulo II, 1020 – Mirueira, CEP 53405-190
CEP 53405-190 - CGC 11.548.195 / 0001 - 25
Paulista-PE., 15 de março de 2009.

A
Igreja
ATT. Pr.

Saudações em Cristo,

A Primeira Igreja Batista em Mirueira convida o distinto pastor juntamente com sua amada igreja para estarmos adorando ao nosso Deus no culto de posse do Pr. Alfrêdo Oliveira como pastor efetivo desta igreja. O culto acontecerá no dia onze do mês de abril do corrente ano às 19h30.

Desde já agradecemos ao amado pastor e aos queridos irmãos pela atenção em atender ao nosso convite, aguardando àquele dia onde estaremos celebrando ao nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo com muita alegria.
Deus continue nos abençoando.
_________________________ ________________________
Lanzona Venâncio Nancildo Gama
(Pres. em Exercício) (Pastor Interino)

sexta-feira, 6 de março de 2009

Aborto e Excomunhão

Escrevi o texto abaixo para um debate em uma das listas que assino, e compartilho.

O contexto é o debate sobre a excomunhão de pessoas envolvidas em um aborto.

Quanto a catolicidade dos envolvidos. Ser partícipe de qualquer organização ou organismo implica em privilégios e responsabilidades, e considerando que a Igreja Católica tem posição clara de condenação ao aborto, todo católico ao se envolver em práticas abortivas rompe unilateralmente com a Igreja, a excomunhão é uma reação em resposta ao ato cometido.

Quanto a criança de nove anos. É óbvio que ela, como centenas de outras lamentavelmente, foi vítima de uma monstruosidade e perdeu sua inocência, carecendo de um acompanhamento psico-social, e espiritual para enfrentar esta situação e continuar a viver. Moro em Recife-PE e fiquei aborrecido ao ouvir uma reportagem dizendo que após o aborto a menina ficou em um quarto com bonecas e bichos de pelúcia, especialmente preparado para ela. O meu aborrecimento não foi com o cuidado, mas com a informação implícita que agora estava tudo resolvido, ela voltou a ser criança. Sabemos que não é assim.

Quando às crianças abortadas. Em uma sociedade, como a nossa, que existe um lobby pró-aborto (é assim que se escreve mesmo?) elas nem são tratadas como seres humanos. Uma violência não justifica outra.

Em medicina, como em outras ciências, opiniões divergem e o tempo e a observação são necessárias. Neste caso, o caminho mais fácil era o aborto previsto em lei, esperar e observar o desenvolvimento era inaceitável para os pro-abortistas. Ouvi em off de médicos que afirmam que provocar um aborto naquele estágio de gestação é tão, ou mais arriscado que um parto. Talvez, essas vidas pudessem ser preservadas, e encaminhadas para uma outra família.

Quanto aos efeitos da excomunhão, eles serão proporcionais ao envolvimento dos excomungados com a Igreja. Se eram católicos nominais, nada mudará. Se tinham alguma vida eclesiástica, vão sofrer as privações impostas pelo Arcebispo.

Sei que sou minoria nesta opinião.

Fraterno abraço,

Alfrêdo

domingo, 1 de março de 2009

Reflexões Sobre o Culto Cristão

Dominicalmente, pessoas saem de suas casas para participar de cultos nas igrejas cristãs espalhadas pelo mundo; e algumas dessas pessoas também se reúnem para prestar culto a Deus em outros dias, além dos domingos.

O culto é praticado pelos seres humanos há milênios, desde que a criatura descobriu-se finita e passou a buscar o infinito. Hoje, inclusive dentro do Cristianismo, existem numerosas formas de culto. Alguns o classificam como: tradicional, contemporâneo e renovado. Neste artigo, destacarei algumas características e as partes que compõem o culto cristão, independente do estilo.

O culto, sobretudo o protestante, reformado e evangélico, deve pressupor algumas características:
1. CENTRALIDADE DA PALAVRA – A Bíblia como única regra de fé e prática deve ocupar o centro da adoração na exposição de suas verdades através da pregação. A posição do púlpito no santuário é um testemunho silencioso deste ideal. A centralidade da Palavra reflete-se nas outras partes do culto, quando a biblicidade é critério para seleção das músicas que são cantadas.
2. SIMPLICIDADE – O nosso culto precisa caracterizar-se pela simplicidade, que deve nascer em nossos corações. Não há lugar para ostentação, ou para “animadores de auditório”, nem para a transformação de altares de adoração em “palcos de shows”.
3. RACIONALIDADE & EMOÇÃO – O culto racional é orientação paulina e legado reformado. Cada adorador e adoradora deve entender e conscientemente prestar seu culto a Deus. Transes e descontroles não combinam com o domínio próprio, que é fruto do Espírito Santo. As emoções devem ser expressas sob o crivo da razão, sem excessos, manipulações ou descontrole histérico.

Finalmente, consideremos as partes que caracterizam o culto: ADORAÇÃO, CONFISSÃO, DEDICAÇÃO, PROCLAMAÇÃO, COMUNHÃO. Onde houver um culto cristão, estas partes devem ser identificadas.
1. ADORAÇÃO – adoramos a Deus pelo que Ele é.
2. CONFISSÃO – reconhecemos que somos pecadores e pedimos o perdão do Senhor.
3. DEDICAÇÃO – às vezes chamada de consagração, nessa parte, além da dedicação de vidas, dedicam-se também os bens e o tempo.
4. PROCLAMAÇÃO – também chamada de edificação, é a parte em que a mensagem bíblica é proferida.
5. COMUNHÃO – nesta parte celebra-se a comunhão com Deus, e com o próximo. A Ceia do Senhor é geralmente celebrada nesta hora.

O culto deve ser cuidadosamente preparado pelo Ministério de Música e pelo Ministério Pastoral em oração, sob a orientação do Espírito Santo, visando: Exaltar a Deus, Edificar os santos e Evangelizar os perdidos. Cada uma das partes busca harmonizar-se com as demais, de forma a que seja prestado a Deus um culto: cristão, inteligente, e bíblico.

Soli Deo Gloriæ!

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Pelos Frutos os Conhecereis

No dia 24 de Fev. 2009, terça-feira de carnaval, dentro do programa Voz Batista de Pernambuco - Palavra aos Jovens - foi ao ar uma mensagem que preguei intitulada "Pelos Frutos os Conhecereis".

Se desejar ouví-la acesse o link http://www.batistas-pe.org.br/voz/voz%20batista%20terca%2024-02-09.wma e deixe aqui seu comentário.

Os links dos programas podem ser acessados pelo endereço: http://www.batistas-pe.org.br/voz/voz2.html

Fraterno abraço,

Alfrêdo

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Orar e Pedir


Orar e pedir são realidades que experimentamos em nossa vida cristã. Quando oramos ao Senhor nosso Deus, apresentamos a Ele, entre outras coisas, as nossas necessidades. Algumas vezes pedimos publicamente, outras vezes, pedimos em particular; algumas vezes verbalizamos nossos pedidos, outras vezes, eles permanecem no silêncio dos nossos corações. Mas, em todas as vezes, Deus nos ouve.

Sobre o pedir, pelo menos dois versículos devem ser objetos de nossa reflexão.

O primeiro é: “Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á.
Porque, aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, abrir-se-lhe-á.”
(Mateus 7.7,8). Nestas palavras de Cristo temos a garantia de que as nossas orações não são pronunciadas em vão.

O segundo versículo afirma: Pedis, e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites. (Tiago 4.3). Neste versículo somos advertidos sobre a cobiça e a inveja, e o perigo de termos as orações não atendidas, quando elas são feitas de forma egoísta.

Diante destes dois textos, faz-se necessário refletirmos sobre as nossas orações a Deus, o conteúdo e a finalidade daquilo que temos pedido ao Senhor. As nossas orações precisam ser feitas tendo em mente as seguintes perguntas: “Trará glória a Deus? Promoverá o seu reino? Ajudará alguém? Me ajudará a crescer espiritualmente?” (Bill Hybels em: Ocupado Demais Para Deixar de Orar. Campinas: United Press, 1999. p.78).

Os nossos pedidos precisam estar em consonância com a vontade de Deus revelada nas Escrituras.

Que possamos orar continuamente, como nos recomendou o Apóstolo Paulo em 1 Tessalonicenses 5.17.

Deus nos abençoe grandemente!