Translate

sábado, 7 de fevereiro de 2015

39 DIAS...

Embora seja dito que no Brasil o ano só começa depois do carnaval, o fato é que 2015 começou há 39 dias. E, em nossa Igreja, em que pese o fato de várias famílias terem se ausentado para o gozo de merecidas férias, o novo ano começou de forma intensa, e desde o primeiro domingo tanto na sede quanto nas congregações (Capuá, Iguaracy, Muribeca, São José do Egito e Tuparetama) o Senhor tem sido adorado, Sua Palavra estudada e o Evangelho pregado para honra e glória de Jesus Cristo.

Historicamente os primeiros meses do ano trazem consigo, por vários fatores, uma queda nas entradas dos dízimos e ofertas, que tendem a normalizar-se nos meses seguintes, mas sempre ocasionam justa preocupação nos gestores, até porque é neste período que um novo orçamento começa a ser executado, décimo terceiro dos funcionários e obreiros são pagos, e o custo adicional das férias é sentido.

Decorridos 39 dias do início do novo ano, afirmamos “até aqui nos ajudou o Senhor”. (1 Samuel 7.12). Em janeiro, com a previsível dificuldade, todas as contas foram pagas, e os compromissos honrados. Ao Senhor nossa gratidão pela fidelidade dos dizimistas e contribuintes que tornaram essa conquista possível.

Diante de nós está o mês de fevereiro, que embora tenha um menor número de dias, e um feriadão que tradicionalmente repercute negativamente nas entradas, tem as mesmas contas para serem pagas, e requer de nós a mesma diligência na entrega dos dízimos e ofertas.

Cremos que, mesmo em meio à grave crise que o país enfrenta, Deus nos tem abençoado, e essas bênçãos se refletirão através da fidelidade dos seus servos que voluntariamente e com alegria proverão com seus dízimos e ofertas a manutenção das atividades da Igreja tanto no Grande Recife quanto no Sertão. Que darei ao SENHOR por todos os seus benefícios para comigo? (Salmo 116.12).

Soli Deo Gloriæ!

(Publicado no Boletim Dominical da Igreja Presbiteriana Memorial,
em 08 de fevereiro de 2015)
Postar um comentário