Translate

sábado, 24 de setembro de 2016

ANSEIOS POR DEUS


Meu querido Senhor, eu posso apenas dizer que Tu sabes que eu não anseio por nada,senão Tu mesmo, nada, a não ser santidade, nada a não ser união com a Tua vontade. Tu me concedeste esses desejos, e só Tu podes dar-me o que é desejado. A minha alma anseia por comunhão com o Senhor, por mortificação da corrupção que habita dentro de mim, especialmente o orgulho espiritual.

Quão precioso é ter um terno sentimento e clara apreensão do mistério da piedade, da verdadeira santidade! Que bem-aventurança é ser como Tu, tanto quanto for possível para uma criatura ser como Seu Criador! Senhor, dá-me mais da Tua semelhança; dilata a minh’alma para conter a plenitude da santidade; faça-me viver mais para Ti. Ajuda-me a estar menos satisfeito com as minhas experiências espirituais, e quando eu me sinto à vontade após doces comunhões, ensina-me que é muito pouco o que eu conheço e faço.

Bendito Senhor, permita-me elevar-me para perto de Ti, e amar, e anelar, e pleitear, e lutar contigo, e aspirar pela libertação do corpo de pecado, pois meu coração está errante e sem vida, e minha alma lamenta-se ao pensar que alguma vez perca de vista o seu Amado.

Envolva a minha vida em Divino amor, e mantenha-me sempre desejoso por Ti, humilde e resignado à Tua vontade, mais fixo em Ti mesmo, para que eu possa estar mais capacitado para a obra e para o sofrimento.

(Orações Puritanas,The Valley of Vision: A Collection of Puritan Prayers & Devotions: Janeiro de 2015. P. 7, 8)


(Publicado no Boletim Dominical da Igreja Presbiteriana Memorial, 25 Set. 2016)
Postar um comentário