Translate

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Dia dos Pais - Lembremos do PAI dos Pais


O segundo domingo de agosto é considerado no calendário brasileiro o dia dos pais, ocasião em que eles são homenageados de várias formas. Em nossa Igreja começamos o domingo com um delicioso café da manhã feito especialmente para eles.


Sejamos gratos ao Senhor pelos homens que tem se colocado a serviço do Senhor governando com sabedoria as suas famílias, conduzindo-as em uma jornada de fidelidade ao Senhor.


Aqui temos homens valorosos que dirigem suas famílias, e convocados pelo Senhor, atuam na Igreja como Pastores, Presbíteros, Diáconos, Professores, servos que buscam fazer a vontade de Deus, no tempo corrido em que vivem.


Ser pai é um grande privilégio, e traz consigo grandes responsabilidades. O pai é responsável não apenas pela provisão material do lar, mas sobretudo pela provisão do alimento e direção espirituais. Pais, sejamos fieis ao Senhor zelando pela vida espiritual dos nossos queridos. As outras ocupações não podem nos fazer negligenciar o que deve ocupar o primeiro lugar (Mateus 6.33).


A sociedade moderna sofre as conseqüências do distanciamento de Deus, e este distanciamento é reflexo, e se reflete, na omissão dos homens em exercer o papel designado pelo Senhor nas Escrituras Sagradas, o que tem contribuído para a decadência da civilização ocidental, que já começa a se rotulada de poscristã.


Ao comemorarmos o dia dos pais, e homenagearmos estes homens, lembremos sobretudo do Pai dos pais, para amá-Lo sobre todas as coisas, servi-lo com fidelidade e dedicação, buscando uma vida de obediência atentos ao que Ele requer de nós.


Soli Deo Gloriæ!

(Publicado no Boletim Dominical da Igreja Presbiteriana Memorial, 10 de agosto de 2014)

Postar um comentário