Translate

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

BÍBLIA SAGRADA



 A Confissão de Fé de Westminster em seu primeiro capitulo instrui:

“VI. Todo o conselho de Deus concernente a todas as coisas necessárias para a glória dele e para a salvação, fé e vida do homem, ou é expressamente declarado na Escritura ou pode ser lógica e claramente deduzido dela. À Escritura nada se acrescentará em tempo algum, nem por novas revelações do Espírito, nem por tradições dos homens; (...)
VII. Na Escritura não são todas as coisas igualmente claras em si, nem do mesmo modo evidentes a todos; contudo, as coisas que precisam ser obedecidas, cridas e observadas para a salvação, em um ou outro passo da Escritura são tão claramente expostas e explicadas, que não só os doutos, mas ainda os indoutos, no devido uso dos meios ordinários, podem alcançar uma suficiente compreensão delas. (...)
IX. A regra infalível de interpretação da Escritura é a mesma Escritura; portanto, quando houver questão sobre o verdadeiro e pleno sentido de qualquer texto da Escritura (sentido que não é múltiplo, mas único), esse texto pode ser estudado e compreendido por outros textos que falem mais claramente.”

Para se aprofundar no conhecimento da Bíblia Sagrada, nossa Igreja mantém um programa de estudo sistemático em três frentes:

(1) Escola Dominical – a cada domingo temos estudos bíblicos cuidadosamente preparados;
(2) Sermões Dominicais – nos cultos dominicais noturnos, estudamos a Bíblia de maneira sequencial, atualmente estamos no Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus;
(3) Pequenos Grupos – nos PG’s a Bíblia também é estudada, atualmente temos grupos estudando 1 e 2 Coríntios.

Para que uma Igreja permaneça sadia, ela deve dedicar-se diligentemente no estudo da Bíblia. Disse Jesus: “Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. João 5.39.

(Publicado no Boletim Dominical da Igreja Presbiteriana Memorial, 30 de Agosto de 2015)

Postar um comentário