Translate

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

CULTO: LUGAR DE OPORTUNIDADES




O objetivo do culto é ser agradável a Deus! Comentamos gostar ou não, levando em conta fatores como ambiente, estilo, música... Mas, você já imaginou Deus falando que não gostou de um culto? Na profecia de Isaías (1.1-20), temos um exemplo de culto que não agradou a Deus.

O que estava acontecendo?
o v.4, 5 nação pecadora abandonou a Deus, e estava ferida;
o v.11 Deus questionou o culto, e disse que não tinha prazer nele...
o v.12 Deus perguntou quem pediu a presença do povo.

O que Deus sentia em relação aos fatos?
o v.13, 14 Deus afirmou: as ofertas eram inúteis, repugnantes e insuportáveis.
Quando as pessoas estão longe de Deus, ele prefere que elas não encenem atos de culto. O culto é um lugar de oportunidades para agradarmos a Deus ou atrairmos a Sua ira.

O que deveria acontecer?
o v. 16 Santificação
o v. 17 Prática do bem, justiça, fim da opressão, direito dos desfavorecidos.

O culto cristão é uma ocasião em que nós entregamos, e Deus recebe. Não podemos cair na tentação do self-service (escolher o que nos agrada somente e negligenciar o que precisamos), ou do fast food, (alimentação rápida, sem comprometimento do tempo).

O culto é um lugar de oportunidades!
1. Oportunidade para reflexão comunitária, comunhão v.18
2. Oportunidade de purificação v.18
3. Oportunidade de obediência e bênção v.19
4. Oportunidade de Ouvir Deus v.20

Obediência atrai bênçãos; desobediência, maldições. Um dos sinais da vitalidade de uma Igreja, é um culto bíblico. Não podemos oferecer ao Senhor algo que Ele não pediu, nem prescreveu nas Escrituras Sagradas.

Sola Scripturæ!

(Boletim Dominical da IPM, 15 de Novembro de 2015)

Postar um comentário