Translate

sexta-feira, 1 de março de 2013

MISSÕES, DECLARAÇÃO DE MISSÃO E VISÃO...


Várias instituições adotam declarações de visão e missão. A declaração de missão diz o que a orga­nização deve fazer; e a de visão o que ela quer ser /deseja chegar. Sob esta ótica, extraímos da Bíblia as declarações de missão e visão da Igreja Cristã.

No Evangelho de Jesus Cristo Segundo Mateus (28.19,20), lemos: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Jesus Cristo estabelece a missão da Igreja: fazer discípulos, batizá-los e ensiná-los. Ignorar é desobediência! Fazer outras coisas, e não estas  é rebeldia!

Tudo o que fazemos na Igreja deve trazer discípulos para Jesus Cristo, e fortalecer os que já estão no Caminho. Cada organização e atividade deve colaborar para que a Igreja cumpra sua missão, e trabalhar em prol da unidade e objetivos do Corpo – a Igreja.

Em Atos (1.8), lemos: Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.. Jesus apresenta a declaração de visão da igreja. O Espí­rito desceu (Atos 2), o alvo permanece: confins da terra. O Evangelho não está limitado, alcançar o mundo é ordem de Cristo, e a visão é de abrangên­cia: ...até os confins da terra. Deixar de fazer Mis­sões globalmente com a desculpa que ainda há muito por fazer aqui é falta de visão e desobediência ao Espírito, que nos reveste de poder. Nossa Igreja tem se notabilizado pela plantação de igrejas em nossa cidade e no sertão, e ainda há muito por fazer, as necessidades locais não devem impedir-nos de cumprir o IDE. Domingo passado foi lançada uma grande campanha que prevê entre outras coisa a plantação de uma nova Igreja. Comprometamo-nos com a visão do Senhor.

Soli Deo Gloriæ! 

(Publicado no Boletim Dominical da Igreja Presbiteriana Memorial, em 03 de março de 2013)
Postar um comentário